Composição de Preços de Venda às Distribuidoras

A política de preços para a gasolina e o diesel vendidos em nossas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos nossos principais concorrentes para o mercado - importação do produto. Além de uma margem que considera os riscos inerentes à atividade de importação como volatilidade da taxa de câmbio e dos preços.

Em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional, analisamos nossa participação no mercado interno e decidimos periodicamente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias.

Ajustes de preços de diesel e gasolina

 
 
 
 

 

Download

 

 

Evolução das cotações do preço do barril e da taxa de câmbio

Brent (US$/bbl)

Dólar (R$/US$)

GLP em botijões de até 13kg

O gás liquefeito de petróleo envasado em botijões de até 13 kg e de uso residencial (GLP-P13) comercializado às distribuidoras tem o preço de venda às distribuidoras formado pela média mensal das cotações do butano e do propano no mercado europeu (“Butane NWE CIF ARA”e “Propane NWE CIF ARA”) convertida em reais pela média diária das cotações de venda do dólar, conforme divulgada pelo Banco Central, acrescida de uma margem de 5%. Os ajustes de preços do GLP-13 ocorrem mensalmente.

Nos preços definidos em nossas políticas de preços para combustíveis, haverá ainda a incidência de tributos, parcela sobre a qual não possuímos qualquer ingerência. Lembramos também que o reajuste ao consumidor final depende de outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de revenda de combustíveis, como detalhado na descrição da cadeia de comercialização e dos preços ao consumidor final.